o primeiro.

https://ancoraverde.pt/2017/06/18/o-primeiro/

Quando era pequena, achava que os adultos é que sabiam tudo. Que faziam sempre o melhor e o mais correto, e que tomavam decisões de forma consciente, mesmo que às vezes eu não percebesse bem os motivos.

Ao crescer, percebi que as coisas não eram bem assim, que cada um fazia o que achava que era melhor para si, sem ver o que era melhor para todos. E percebi, que muitas vezes, estas atitudes se deviam a falta de informação, ou pior, à habilidade que temos de ignorar aquilo que não nos interessa.

E comecei a ficar revoltada. Contra os outros e, frequentemente, contra mim. Porque também caí no erro de achar que uma pessoa não pode fazer a diferença contra a indiferença. Mas pode. Podemos todos.

Decidi criar este espaço como prova disso mesmo. Que podemos todos ser a mudança.

O âncora verde nasceu da revolta. Da revolta contra a passividade e contra a inércia, mas que pretende ser um espaço de ação (e intervenção)!

De forma simples e informal, pretendo mostrar aqui projetos e pessoas que nos inspiram todos os dias a sermos e fazermos melhor, dar dicas para um a adoção de um estilo de vida mais minimalista, ecológico e sustentável, ao mesmo tempo que apresento as questões ambientais com que nos debatemos atualmente.

Quero que o âncora verde seja um espaço de todos, por isso todas as sugestões e contribuições são bem-vindas!

Sabe mais sobre o projeto (e sobre mim) aqui, ou entra em contacto comigo, aqui.

 

logo - âncora verde

 

Deixar uma resposta